Blog da Dedeka

Voltar
10/03/2020

Natureza pra vestir e se divertir

Natureza pra vestir e se divertir

Mulungu, embiruçu, araçari... nomes bem exóticos né? Você tem ideia do que querem dizer?
Pois são esses e outros elementos que estampam a coleção cápsula Quindim Dedeka, uma linha exclusiva que conta com os traços marcantes do ilustrador Roger Mello e que estão presentes no livro de poesias “Jardins” de Roseana Murray.  

Hoje a gente vai falar um pouquinho sobre a fauna e a flora que ilustram essa coleção.
Uma viagem à diversidade natural, com curiosidades sobre cada um. Confira:

 

Araçari

 

(Ilustração: Roger Mello | Crédito Foto: Cristiano Voitina)


Esta simpática ave colorida é muito similar ao tucano, mas é um pouco menor e possui uma alimentação predominantemente vegetariana (mas de vez em quando, um inseto ou pequenos animais invertebrados também são bem vindos). São muito coloridos, com bicos grandes e fortes, e vivem em regiões com vegetação densa na América do Sul tropical. A espécie mais conhecida no Brasil é o araçari castanho, mas há também o araçari de bico de marfim, mulato, de bico marrom, entre outros....

 

Embiruçu

(Ilustração: Roger Mello | Crédito foto: Marcio Verdi)

Típica de regiões da mata atlântica e do cerrado, essa planta é muito usada no paisagismo. As lindas flores brancas embelezam a árvore sem folhas do embiruçu, que florescem entre os meses de junho e setembro.

 

Mulungu

(Ilustração: Roger Mello | Crédito foto: Giselda Person/TG)


Mulungu, suinã, sanandu, corticeira, canivete.... conhecida por esses e outros nomes, essa planta nativa do Brasil, possui folhas alaranjadas, espinhos e troncos cobertos por cortiças. É muito conhecida pelo seu poder de regeneração: mesmo quando cortada, ela renasce ainda mais forte e florida em tons de vermelho. Os frutos amadurecem em janeiro e fevereiro e se parecem com um legume. Mas cuidado! Dentro dele, as sementes são consideradas tóxicas e não devem ser ingeridas!
Sua casca, que pode ser encontrada in natura ou em pós, possui propriedades medicinais e por isso é usada em chás para evitar a insônia e ansiedade.

 

Filomedusa

(Ilustração: Roger Mello | Crédito foto: Conexão Planeta


Essa perereca com olhos grandes e hábitos noturnos é um pequeno anfíbio que mede em torno de 55mm. Natural da América Central e do Sul, possui cerca de trinta espécies diferentes e graças à sua cor verde consegue se camuflar nas folhagens, protegendo-se de predadores. Uma característica que difere as pererecas dos outros anfíbios são os seus discos aderentes na ponta dos dedos que parecem ventosas. São usados para subir em árvores e paredes. Sua respiração é feita através da pele, por isso precisam mantê-la sempre umida. Se ela ressecar, os poros fecham e o animal pode morrer sufocado. Em alguns locais, infelizmente já é considerada um animal em extinção.

Fontes:
Terra da Gente (G1)
Projeto Flora Digital (UFRGS)
Monografia da Espécie Erythina Mulungo, Ministério da Saúde
Wiki Aves

 

Coleção Quindim Dedeka

O livro Jardins foi a inspiração pra coleção cápsula Quindim Dedeka. Uma novidade que traz os traços filosóficos de Roger Mello em pijamas, acessórios para bebês e camisetas infantis unissex. Confira essa novidade:

 


 

 

Coleção Quindim Dedeka
Compartilhe nas Redes: