Blog da Dedeka

Voltar
29/07/2019

Yoga para gestantes

Yoga para gestantes

Toda a grávida sabe que, para uma gestação saudável e tranquila, ela deve associar uma alimentação equilibrada à prática de exercícios físicos. Claro que existem as exceções dos casos especiais, em que é necessário o repouso absoluto. Mas no geral, os esportes são grandes aliados dessas mulheres para combater o cansaço, a falta de equilíbrio e a retenção de líquidos, além de prepará-las para o momento do parto.
Entre as atividades mais procuradas pelas gestantes estão a hidroginástica, o pilates e o yoga. E é sobre o yoga que iremos falar um pouco mais, apresentando todos os benefícios que ele promove nas futuras mamães.

O yoga é uma prática ancestral de origem indiana que vai muito além dos movimentos e contorcionismos do corpo. Ele proporciona autoconhecimento, equilíbrio entre corpo e mente, saúde física e espiritual e comunhão entre o indivíduo e o todo. Através dele, são trabalhados os asanas (posturas),os pranayamas (técnicas de respiração),a concentração e o relaxamento.

Ao trabalhar o equilíbrio do corpo e da mente, a prática do yoga contribui para o ganho de peso do feto, evitando partos prematuros, e também auxilia no processo de versão do bebê - ou seja, permite que ele se encaixe de ponta cabeça na região pélvica da mãe com mais facilidade, garantido conforto na gestação e facilitando o nascimento. A grávida que pratica yoga também tem as dores próprias da gestação diminuídas e uma probabilidade de recuperação mais rápida no pós-parto.

Cuidando do equilíbrio emocional, o yoga promove recursos para acolher e lidar com todas as emoções da gravidez, num corpo livre de desconfortos. As técnicas de respiração ajudam a controlar a ansiedade e o autoconhecimento promove um vínculo maior entre a mamãe e o bebê.

Tudo isso já é um super estímulo para a prática do yoga nesse momento lindo, não é mesmo? Mas ainda tem mais benefícios, veja só:
- Melhora a circulação sanguínea, amenizando inchaços, cãibras e varizes;
- Alivia as dores nas costas, evita prisões de ventre e melhora o equilíbrio;
- Melhora a oxigenação da mãe e do bebê, através da ampliação da respiração maternal;
- Aumenta a disposição da gravida e estimula a segurança da mulher;
- Treina o controle sob o corpo para a hora do nascimento;
- Propicia a criação de um ambiente calmo e seguro para gestação.

Vale lembrar que prática do yoga é segura para grávidas de baixo risco em qualquer fase da gestação, desde a concepção até o momento de parir. E caso você esteja pensando em engravidar, que tal iniciar agora mesmo?!

Compartilhe nas Redes: