Blog da Dedeka

Voltar
10/09/2020

Dedeka entrevista: Mariana Massarani

Dedeka entrevista: Mariana Massarani

Traços divertidos, coloridos, lúdicos e inconfundíveis. Mariana Massarani é pura alegria e simpatia, assim como tudo aquilo que desenha. Com mais de 200 livros ilustrados, ganhadora de vários prêmios Jabuti – o mais importante da literatura brasileira – traduz à sua maneira tudo aquilo que seus olhos registram nas andanças de ônibus ou nas viagens que faz.
Mariana é bastante ligada à natureza, especialmente ao mar onde além de mergulhar e surfar, também atua como voluntária no “Onde Estão As Baleias e Golfinhos?”, um projeto de monitoramento dos mamíferos marinhos na costa do Rio de Janeiro.
Essas duas paixões – o mar e a ilustração - estão expressas nas estampas dos produtos da coleção cápsula Quindim Dedeka Summer, que fazem parte da coleção Primavera-Verão 2020/21 da Dedeka. Nessa entrevista exclusiva, a gente vai conhecer um pouquinho mais sobre quem é Mariana, sua paixão pela natureza e pela arte.

         
 

Como você descreveria seus traços e suas inspirações?
Quando a gente desenha ou bola livros, tudo em volta nos influencia. Acho que o ilustrador é um scanner ambulante, vai registrando o que vê, as pessoas, a cidade e a natureza que nos cerca. Adoro andar de ônibus espionando tudo pela janela.  No ano passado fui a São Paulo de avião que sobrevoou as praias. Restinga da Marambaia, Paraty, Ilha Grande, Ubatuba, Ilha bela etc... Emocionante essa geografia do Brasil. Com certeza um dia vou usar essas imagens que ficaram gravadas na minha cabeça.

 

Qual a sua relação com a natureza e o mar? Como começou esse interesse?
Nasci e moro no Rio de Janeiro, então estou cercada pelo mar e a Mata Atlântica. Desde pequena vou à praia e visito o Alto da Boa Vista que fica no Parque Nacional da Tijuca.
Também moro pertinho do Aterro do Flamengo, Baía da Guanabara, planejado pelo Burle Marx, onde vejo todo dia vários pássaros e árvores lindas brasileiras e exóticas. Uma vez até avistei golfinhos-de-dentes-rugosos (Steno bredanensis) quase em frente à minha rua.

 

De surfista a observadora, Mariana e sua ligação com o mar: Fotos: arquivo pessoal

Essa tua relação com a natureza influencia de alguma forma nos seus desenhos? Que aspectos da natureza você mais gosta de trazer nos seus traços?
Sim! Muito! Tenho um amigo, o Roger Mello (que assinou a última coleção Quindim Dedeka),que sabe tudo de plantas e animais, que sempre está me mostrando e contando sobre a maravilhosa natureza do Brasil. Também tinha um tio que sempre falava das plantas e me ensinava os nomes delas.
Tento “traduzir” nos meus desenhos o que eu vejo, mas do jeito que consigo, sem ser um desenho científico. Ha um mês atrás, por exemplo, trabalhei num projeto de um ABC dos Recifes de Corais (Projeto Coral Vivo) e precisei desenhar as espécies bem explicadinhas. Mas mesmo assim, fiz da minha maneira.


Corações e outros elementos revelam todo o amor pela natureza na coleção Quindim Dedeka, agora nos produtos da linha Summer.


Na coleção Quindim Dedeka há alguns elementos que tem uma ligação com o mar (peixes, sereia, até mesmo o surfistas...). pode falar um pouco sobre eles?

Nos últimos anos fui voluntária do “Onde Estão As Baleias e Golfinhos?”, um projeto de monitoramento dos mamíferos marinhos na costa do Rio de Janeiro chefiado pela Dra. Liliane Lodi, bióloga marinha. Já fiz aulas de surfe (não adiantou muito, sou um prego) e mergulhei durante alguns anos pelo Brasil e pelo mundo. E quando criança amava brincar de sereia, muito influenciada pela a estória do Hans Christian Andersen. Então essas foram algumas das histórias que influenciaram a criação desses elementos que podem ser encontrados nas estampas da coleção.

   

 


 

Você acredita que hoje, em um geral, as pessoas estão mais conscientes sobre a importância da preservação da natureza? (Em especial as crianças e jovens?) Como você vê isso?

Sim! Muitos estão lutando contra o aquecimento global e também pela preservação da incrível biodiversidade do Brasil que é a nossa maior riqueza! É uma guerra enorme e assustadora, mas espero que aos poucos as pessoas se deem conta que o planeta não vai aguentar o ritmo doido de destruição em que estamos.
 

A arte pode ser uma forma de preservar o meio ambiente? Se sim, como?
Bolando desenhos, livros, filmes etc… mostrando a natureza, quem conhece não destrói, se apaixona, dá valor a vida que nos cerca.

A coleção Quindim Dedeka é um manifesto de amor à natureza.Crédito: Roger Engelmann - Farn for Fun 

 

Conheça a coleção Quindim Dedeka Summer, por Mariana Massarani.
Parte da renda obtida com a venda dos produtos Quindim Dedeka é destinada ao Instituto de Leitura Quindim.

 

Vem ver a coleção!
Compartilhe nas Redes: